terça-feira, 29 de junho de 2010

O papel da mulher ao longo da história

Marilene Silva

Para compreendermos a importância da mulher hoje é preciso ter uma mínima visão da história da mulher no decorrer da história humana. A função de reprodutora da espécie, que cabe à mulher, favoreceu a sua subordinação ao homem. A mulher era considerada mais frágil e incapaz para assumir a direção e chefia do grupo familiar. O homem, associado à idéia de autoridade devido a sua força física e poder de mando, assumiu o poder dentro da sociedade. Assim, surgiram as sociedades patriarcais, fundadas no poder do homem, do chefe de família."o marido é a cabeça da mulher, como também Cristo é a cabeça da igreja" (Ef 5:23). Isso desde começo da humanidade o que demonstra claramente a posição da mulher em relação ao homem, e a prática seguida pelas mulheres da antigüidade.

Na pré-história a figura feminina tinha um enorme peso na sociedade de todo o mundo. A mulher não dominava porem as sociedades eram centradas nela por causa da fertilidade.
O vestígio paleolítico deixados por essa sociedade sobre a mulher, nesse período, revela uma sociedade de igualitária no que diz respeito a divisão de trabalho.Enquanto os homens caçavam, as mulheres eram responsáveis pela coleta e pela educação das crianças. Algo bastante curioso é o fato de que as mulheres e crianças da época trabalhavam de forma igualitária de cada indivíduo.

Na antiguidade segundo os antropólogos o ser humano no habita este planeta há mais de dois milhões de anos e nossa espécie passou das coletas e caça ha prática da agricultura fato marcante no desenvolvimento da sociedade que passou do nomadismo ao sedentarismo a mulher abservou que os pássaros ao comer os frutos as sementes caiam na terra e germinavam assim começa a agricultura. Não havendo necessidade de força física para a sobrevivência e a mulher possuía um lugar central nessa sociedade.

Só em locais em que havia a escassez, do esgotamento dos recursos naturais vegetais , que se inicia a caça de grandes animais. Começando a se instalar a supremacia masculina e a competitividade entre grupos na busca de novos territórios.Porem a mulher não perdeu a sua supremácia sendo que era considerado um ser sagrado, que possuía privilégio dado pelos deuses de reproduzir a espécie.
Nos fins da Antiguidade, a figura da mulher era colocada em muitas situações de superioridade em relação à população masculina. Em muitas culturas, a mulher era vista como um ser especialmente capaz de realizar certos encantamentos e receber favor das divindades.
A mulher tem marcado as últimas décadas mostrando que a competência no trabalho também é um grande marco feminino.Apesar das conquistas na vida pública e privada, as mulheres continuam marcadas por formas arcaicas de pensar. E é em casa que elas alimentam o machismo, quando as mães protegem os filhos e desdobram entre a profissão e os serviços domésticos e outros mais .Muitas vezes essa dupla jornada faz com que a mulher moderna viva mercer de muitas doenças como o mal do século o stress.

Efésios.Português.In:Bíblia sagrada.Tradução de João Ferreira de Almeida.Revista a Atualizada no Brasil.2a.Ed. São Paulo:Sociedade Bíblica do Brasil.1993.P.241.
DEL PRIORE, Mary. História das mulheres: As vozes do silêncio In: FREITAS, Marcos Cezar (org.) Historiografia brasileira em perspectiva. São Paulo: Contexto, 1998.

6 comentários:

  1. Marilelene,
    falar da figura feminina é muito gratificante,e principalmente acompanhar esse processo evolutivo que a mulher conquista a cada dia, é uma prova da sua luta constante pela igualdade de direitos principalmente no campo profissional.
    Amei o seu texto.

    ResponderExcluir
  2. Nos dias atuais é importantíssimo falar do protagonismo da mulher ao longo da História. Torna-se imperioso corrigir essa injustiça histórica e atribuir os devidos créditos à mulher que também protagoniza ao lado do homem nos processos históricos.

    ResponderExcluir
  3. "Dizem que a mulher é o sexo fragil mas que mentira absurda!"( Erasmo Carlos).Ja se foi o tempo em qua as mulheres era considerada sexo fragil,hoje elas vão a luta,estão evoluido e superando uma serie de obstáculo imposta por uma sociedade machista e preconceituosa.Valeuuuuuuuuuuu

    ResponderExcluir
  4. Mari a mulher sempre foi descriminada ao longo da história. Sabemos mais do que tudo, principalmente agora que estamos envolvidas em trabalho monografico sobre as mulheres e em especial ''as parteiras''. Cada trabalho lido sobre este assunto é bem vindo para nós. Continue a postar trabalho como estes, para seus colegas de historia VII.

    ResponderExcluir
  5. Mari:
    Este é um dos melhores temas para se falar,o fato da mulher ser colocada como meramente uma reprodutora, as vezes penso que deve ter tido uma participação da própria mulher, quem sabe quantas delas ficou orgulhosa de ver os filhos homens chegar ao topo,ser mãe na maioria das vezes se sobrepõe a ser mulher.

    ResponderExcluir
  6. Falar sobre a mulher é algo muito bom. A mulher é e sempre será um tema muito relevante para estudar. Podemos falar sobre a mulher em varios aspectos, pois a mulher foi, é e sempre será protagonista na historia das sociedades, e cada pedacinho da história faz da mulher algo essencial para sua riqueza.

    ResponderExcluir